sexta-feira, 29 de abril de 2016

"O islão é a pior praga que a humanidade já produziu"


Depois da blogosfera dita nacionalista anticristã ter-se deliciado com o que disseram recentemente mais dois de inúmeros membros da Igreja Católica que traem a instituição de origem divina que supostamente deveriam servir - o arcebispo de Colónia, Rainer Woelki, que está preocupado que os alemães votem nos nacionalistas da AfD, e o bispo austríaco Agidius Zsifkovics, que se insurgiu contra a construção de uma barreira para não deixar entrar «refugiados» no país -, cumpre a este blogue ripostar colocando aqui (mais) um exemplo daquilo que é verdadeiramente um membro da Igreja de Cristo: o padre, teólogo e professor de filosofia Manuel Carreira, que é também um astrofísico famoso com inúmeros trabalhos realizados para a NASA - mas então a Igreja não é contra a ciência?! -, disse a verdade sobre a seita islâmica numa entrevista ao jornal El Español. "O islão é a pior peste que ocorreu à humanidade", afirmou sem pestanejar o sacerdote espanhol, ressaltando que as raízes da Europa são cristãs e que o islão nunca se adaptará ao modelo cultural europeu. Pe. Manuel Carreira defende mesmo que o islão nunca contribuiu positivamente com nada para a sociedade moderna e que não tem uma teologia própria, mas sim um modo de pensar elementar, eliminando tudo o que não entende sobre a Trindade e a encarnação de Cristo.

6 comentários:

wind disse...

Bom fim de semana:)

FireHead disse...

Desta vez sou eu a ter um fim-de-semana prolongado, hehehe. Vou passar a noite de domingo para segunda-feira na China. :)

Bom fim-de-semana também para ti.

Adilson disse...

Tá aí um padre que efetivamente necessita de nossas orações!

FireHead disse...

Não compreendo como é que há padres hoje em dia que se estão literalmente a cagar para os grandes santos doutores da Igreja, como São Tomás de Aquino, São João Damasceno, Santo António, São Francisco Xavier, etc. Todos eles expuseram a aldrabice satânica que é o islão... mas os padrecos de agora, embebidos do espírito do Concílio Vaticano II, só querem falar do "ecumenismo" e tratar os muçulmanos como sendo também nossos "irmãos". Pois claro! Irmãos que nos matam!

Anónimo disse...

https://ombl.wordpress.com/2016/05/01/o-islao-e-a-pior-praga-que-a-humanidade-ja-produziu/

FireHead disse...

Obrigado por divulgar a mensagem.