sexta-feira, 8 de julho de 2016

O balanço do Ramadão 2016


Uma vez mais, a "religião da paz" fez do seu "mês sagrado" um Ramadão inesquecível com imensos ataques suicidas na Flórida (EUA), Turquia, Bangladesh, Bagdad (Iraque), Iémen e noutras paragens, resultando em 1850 cristãos, judeus, hindus, budistas, homossexuais e correligionários mortos.

Leitura complementar: 30 dias de Ramadão

2 comentários:

Anónimo disse...

Amigo de Israel??? Judiaria kosher...

FireHead disse...

Ya, man, Israel, judeus... yack!!